A Surpresa! – Tópico 6


by

Conforme já vimos no tópico anterior, Jesus e os discípulos, estão a caminho para o horto do Getsêmani. Ele adverte a Pedro dos acontecimentos que se dariam logo a seguir, mas aquela noite, certamente, seria um tempo de escuridão e derrota; uma lição que marcaria Pedro por toda a sua vida. Em 1 Pedro 5:5, ele escreveu como aquele que recordava a sua própria experiência: “Deus resiste aos soberbos, contudo, aos humildes concede a sua graça.” Naquela noite, Pedro estava a ponto de ser humilhado. Se Jesus houvesse ampliado sua advertência a Pedro, penso que haveria dito:

 “Simão, Simão; quando te conheci, tu eras apenas Simão. Serás chamado pelo nome de Pedro, a rocha, e às vezes, de fato, o tem sido, porém os acontecimentos desta noite te farão ver o Simão que, todavia, está em teu coração. Tens caminhado comigo, tens ouvido e aprendido dos meus lábios, tens recebido meu poder para fazer milagres; porém tens sido uma presa fácil para o diabo, como nesta hora. Uma vez, quiseste impedir-me de ir à cruz e, por esta razão, tive que repreender-te. Naquela ocasião, você caiu; nem sequer tiveste a consciência da força do ataque, e esta noite, te digo: será muito pior. Satanás, em pessoa, se encarregou de pedir permissão a Deus, o Pai, e tu és um dos principais objetos de seu ódio. O diabo recebeu permissão para peneirar-te como se peneira o trigo. Assim como o vento sacode vigorosamente uma árvore, cujo resultado são as folhas no chão, da mesma forma será com você. Será uma sacudida violenta e dolorosa que removerá os detritos do seu interior, e será também angustiante, pois, aquilo que te pertence, será arrancado de ti. Perderás algo de ti mesmo e terás cicatrizes pelo resto da tua vida. Muito tempo atrás, o Pai concedeu permissão ao diabo para atuar conforme o seu ódio, na vida de Jó. Tu sabes o que aconteceu naquele tempo. Dentro em pouco, entrarás no mesmo campo de batalha que Jó, mas com uma diferença: Jó não sabia! Ele não sabia, mas tu, estás advertido. Tua única esperança é a minha intercessão a teu favor, quando roguei ao Pai pela firmeza da tua fé em mim, mas ainda assim, serás cirandado até o mais profundo, e falharás.” 

Agora, uma pergunta: Se estivéssemos na situação de Pedro, alertados sobre o que aconteceria, creríamos nas palavras de Jesus? Suponho que sim, pelo menos naquele momento. Porventura não nos apegaríamos mais ao Senhor? Acaso, a ideia do ataque iminente não nos assustaria tanto, que faríamos todo o possível para estar com Ele e ao lado d’Ele? Às vezes, criticamos a Pedro por sua teimosia em não prestar atenção nas palavras do Senhor, mas por um acaso, somos diferentes? Nós conhecemos a história de Jó, bem como a de Pedro, e ainda assim é difícil crer em Jesus e em Sua Palavra. Chegamos à conclusão que estamos sozinhos quando sofremos, porém, a Bíblia nos afirma que nada pode nos separar do amor de Deus que está em Cristo Jesus. Conhecemos o resultado do sofrimento de Pedro e de outros. Podemos ver como Deus o usou, e até reconhecemos que o ataque provém de Satanás, todavia, não alcançamos sentir alegria quando estamos compartilhando os sofrimentos de Cristo. Criticamos Pedro por se achar mais forte do que era, porém, em silêncio ou em palavras, cremos que somos veteranos no andar com Jesus, pois nos sentimos preparados e capazes de permanecer firmes aos ataques, cuja magnitude, desconhecemos. Pela graça de Deus, sobrevivemos às provas do passado e vimos Deus intervir, mas o cirandar é um perigo diferente, sob condições distintas e segundo regras únicas. Poucos minutos depois, no Getsêmani, Jesus ordenou aos discípulos, conforme lemos em Lucas 22.40: “orai para que não entreis em tentação” [peirasmos] (se você não leu sobre esse termo grego, clique aqui). Entretanto, eles não oraram e a tentação peirasmos veio sobre eles, especialmente sobre Pedro. Foi uma prova que os marcou pelo resto de suas vidas.

Finalizando, encorajo você a fazer um exercício: leia novamente e perceba que podemos ver Pedro em muitas situações da nossa vida. Outra coisa: o mundo espiritual não mudou. Ele continua conspirando contra os filhos de Deus. Não obstante, existe uma esperança, mas ela está somente em Jesus!

Com os olhos fitos em Cristo (Hebreus 12.2),

Pr. Natanael Gonçalves.

share

Recommended Posts