Da aflição à Glória – Introdução.


by

Porque a nossa leve e momentânea tribulação produz para nós eterno peso de glória, acima de toda comparação (2 Coríntios 4:17).

Penso que cada um de nós possui o desejo de viver bem e de buscar as coisas que podem nos proporcionar conforto e um padrão de vida melhor. Isso é errado? De forma alguma! Temos que trabalhar e lutar para, na medida do possível, oferecer à nossa família algo melhor. No entanto, entrando na esfera da vida espiritual observo que muitos procuram a Deus por aquilo que Ele pode dar e não por aquilo que Ele é, de fato. Nesse contexto, centram as suas orações e súplicas em busca das coisas terrenas. Sabemos que não é errado pedir a Deus algo que desejamos, aliás, somos estimulados a levar a Ele em oração as nossas petições (Filipenses 4:6). Não obstante, sabemos também que há igrejas que pregam uma espécie de troca com Deus quando falam sobre os dízimos e as ofertas e, nesse mesmo caminho, fazem campanhas das chaves da casa própria e do carro novo. Se alguém está em dificuldade de qualquer espécie, afirmam que isso é resultado direto do pecado ou de algum problema espiritual. Ensinam ainda que o cristão não deve sofrer e nem ser pobre. Muitos embarcam nessa canoa deixando-se levar por argumentos bem elaborados e pelos desejos de seus próprios corações.

O ponto em destaque para nós é o fato de colocarmos os nossos olhos nas coisas boas que a vida pode oferecer e de não aceitarmos de forma alguma o sofrimento. Se estamos sofrendo, procuramos rapidamente um modo de cair fora da situação. Se for necessário fazer uma campanha, um período de jejum ou ainda qualquer outra coisa que um líder nos aponta, estamos prontos a ouvir e a cumprir, contanto que saiamos logo daquela condição.

Os assuntos pertinentes ao sofrimento e a oração, deveriam chamar atenção de todo líder cristão e, não apenas do líder, mas de todo povo de Deus. Já escrevi vários posts sobre a oração, mas sobre o sofrimento, abordei muito pouco e quando o fiz, foi de forma generalizada.

Ao olhar em volta, ao conversar e constatar o drama de muitos, ao experimentar também adversidades e conjunturas de sofrimento, resolvi pesquisar sobre o assunto lendo o testemunho de pessoas que passaram por momentos de dor. Pesquisei alguns comentários e pude ver a visão deles. No entanto, nossos olhos devem estar na Palavra da Verdade e assim sendo, com base nas Escrituras, e no que pude aprender da experiência de alguns, resolvi discorrer sobre o tema ainda que de forma bem simples. Como de costume, decidi produzir pequenos textos com o propósito de alcançar mesmo aqueles que não são tão afeitos à leitura.

Minha oração e desejo é que você caminhe junto conosco nessa trilha que nos conduz a uma outra perspectiva e, ao fim, que você seja grandemente abençoado (a),

Em Cristo Jesus, o Senhor da glória,

Pr. Natanael Gonçalves

share

Recommended Posts